31 de mar de 2010

ENCONTRO PREPARATÓRIO DO PROJETO ADEMAR GUERRA 2010

No último final de semana todos os grupos e orientadores participantes da edição 2010 do Projeto Ademar Guerra se encontraram em São Paulo para começar com pé direito as atividades. Segue um breve resumo do que aconteceu nesses três dias.


SEXTA FEIRA - 26/03

Pra abrir a parada rolou uma apresentação no telão de fotos das atividades do Projeto Ademar Guerra em 2009. Na seqüência tiveram a palavra os convidados: Carla Almeida, coordenadora da Unidade de Formação Cultural da Secretaria de Estado da Cultura, e Lorenzo Mammi, diretor executivo da ASSAOC – Associação Amigos das Oficinas Culturais do Estado de S.P. Em seguida tiveram a palavra a Maria Tendlau e a Miriam Rinaldi da equipe pedagógica, a Solange Dias, representando os orientadores artísticos, e o Rafael Bachi, do Núcleo Sala 18 de Catanduva, representando os grupos. Fechando a cerimônia foi exibido no telão uma edição com trechos dos vídeos que os grupos participantes enviaram na inscrição.


Depois disso rolou um outro cerimonial. No pátio da Oficina Oswald de Andrade tinha um grande mapa do estado de São Paulo desenhado no chão, com todas as cidades participantes indicadas. Um a um, os representantes do grupo encontravam seus respectivos orientadores no local que indicava sua cidade no mapa e os dois trocavam presentes. Eu entreguei pro Rudifran uma camiseta dos Notívagos, pra ele literalmente vestir a camisa do grupo, uma reprodução da matéria da revista O Cruzeiro de 1969 que fala sobre as Três Pedras, e uma garrafinha miniatura de uísque. A gente queria dar uma garrafa mesmo, mas o dinheiro não era suficiente. O Rudifran me entregou um DVD e um livro da peça A Casa, montagem do seu grupo Redimunho de Investigação Teatral.
Essa parte foi um pouco longa e assim que acabou fomos para o hotel correndo, pois tínhamos uma atividade programada lá no Belenzinho durante a noite. O hotel, aliás, era show de bola.


No Belenzinho visitamos a Vila Maria Zélia, a primeira vila operária do Brasil, onde o Grupo XIX de Teatro que desde 2004 ocupa o antigo armazém da Vila Maria Zélia e ali desenvolve seu projeto de residência artística que prevê: as montagens do grupo, oficinas abertas ao público em geral e vínculo do grupo com a associação de moradores da Vila. Na visita foi realizada a vivência nos escombros e ruínas que comentei no post anterior.



SÁBADO – 27 DE MARÇO

Durante o dia na Oficina Oswald de Andrade tivemos o Open Space, onde vários temas foram levantados pelos participantes e discutidos em grupos. Eu propus um dos temas, “Criação de uma rede de relacionamentos que permita a troca de processos, formações e resultados entre os grupos”. A conversa foi bem interessante e mostrou que existem vários grupos dispostos a trocar figurinhas. Na parte da tarde participei do grupo cujo tema era “Formação de público”. Compartilhei a experiência dos Notívagos em Botucatu e ouvi alguns relatos bem interessantes dos colegas. No fim da tarde, cada o relator de cada grupo expôs as considerações finais e alguns encaminhamentos foram discutidos. Segundo consta essas considerações finais devem ser enviadas para todos os grupos. Assim que eu receber posto aqui, para vocês terem uma idéia sobre o que os grupos de teatro do interior andam pensando e discutindo.


Depois da comida deliciosa do Hotel Pergamon fomos assistir um espetáculo. Cada grupo, com o auxílio de seu orientador, teve a oportunidade de escolher uma peça que servisse para alguma reflexão sobre o projeto que será objeto de orientação nesta edição de 2010. Escolhemos “A alma boa de Setsuan” de Bertold Brecht, com direção de Marco Antônio Braz.


Depois da peça o pessoal foi pro boteco, claro.


DOMINGO – 28 DE MARÇO

Na manhã de domingo tivemos uma atividade conduzida pela Maria Tendlau no anexo da Oficina Oswald de Andrade. Quer dizer, eles tiveram. Eu não pude participar. O Erick participou, mas eu ainda não tive a oportunidade de conversar muito com ele sobre a experiência. Pelo pouco que ele me falou pareceu ser bem interessante.
Após o almoço foi o momento da conversa com o orientador sobre o projeto do grupo. Contei para o Rudifran sobre a trajetória do grupo, do Projeto Trilogia da Fé e sobre nossa atual situação. A conversa foi muito legal, pena que foi tão curta. Tivemos que dar uma corrida, pois mudanças de última hora no cronograma fizeram com que essa atividade tivesse um tempo reduzido e alguns grupos precisavam pegar o busão para suas cidades.
Com encerramento rolou numa grande roda a construção de um colar de contas coloridas. O colar foi ofertado à Maria Tendlau, que naquele momento deixava o projeto para realizar outros trabalhos. A entrega do colar foi o momento mais emocionante do encontro.
Os busões pras rodoviárias estavam saindo e acabou com todo mundo correndo e se despedindo as pressas. Melhor assim. Longas despedidas me dão a sensação de que o próximo encontro vai demorar.

Um salve para o pessoal do fundão do ônibus amarelo!
Um grande salve para todos que lá estavam e tiveram a oportunidade de compartilhar esse final de semana intenso! Que venham outros!

27 de mar de 2010

ENCONTRO PREPARATÓRIO DO PROJETO ADEMAR GUERRA E CINECLUBE PARATODOS

Começou hoje o encontro preparatório do Projeto Ademar Guerra 2010! O encontro dos representantes dos trinta grupo selecionados e seus respectivos orientadores aconteceu hoje pela primeira vez em São Paulo na Oficina Oswald de Andrade durante a tarde e depois do jantar no hotel fomos todos conhecer o espaço ocupado pelo Grupo XIX de Teatro nos antigos casarões da Vila Maria Zélia. Conhecemos um pouco do processo de criação do grupo através de um vivência. Visualize cem pessoas caminhando com velas na escuridão de ruínas do local em que um dia foi a escola desta que foi a primeira vila operária do Brasil. Quando eu conseguir passar as fotos do celular pro laptop posto algumas.
Amanhã continua a intensa programação.

E segunda feira continua a retomada do Cineclube Paratodos no NOIA! O filme exibido será "Nós que aqui estamos por vós esperamos" do Marcelo Masagão, excelente documentário-poesia sobre o século XX. Depois da sessão, como de praxe, debate sobre o filme. Entrada franca! Começa 20h lá no Núcleo de Orientação Integrado da Aprendizagem, rua amando de Barros 1058. Mais informações no cartaz abaixo.

20 de mar de 2010

MOSTRA, AÇÃO ENTRE NOTÍVAGOS E OFICINA NA DEMÉTRIA

A Mostra CENA ABERTA acabou e vai deixar saudades. Revigorante a oportunidade de ver vários espetáculos com diferente linguagens e diferentes propostas. E todos de graça! Foi tão legal que até quem não deu as caras por lá um dia sequer andou elogiando e parabenizando a iniciativa. A pergunta que fica é: Como manter viva essa contagiante atmosfera teatral que envolveu a cidade por dez dias? Será essa uma responsabilidade somente da Secretaria de Cultura? O que vocês acham?

.

Uma das fontes de renda da Associação Notívagos Burlescos é a bilheteria dos espetáculos que ela apresenta. Como ainda não realizamos nenhuma apresentação este ano, estamos organizando um sorteio para arrecadar fundos. A popular ação entre amigos! Sabe aquela tabelinha com vários nomes que você escolhe um no final abrem a parte colada para descobrir o nome premiado? É mais ou menos isso. No entanto, as opções de escolha são nomes de peças, atores, atrizes, dramaturgos, diretores, grupos de teatro e por aí vai. No dia dois de abril vamos sortear a caixa de páscoa dos Notívagos! A caixa é uma confecção artesanal de Andrea Morato com suas mirabolantes colagens. Dentro dela o sorteado encontrará um ovo de páscoa Nha Benta da Kopenhagen, chocolates Cacau Show, biscoitos Netlé, dois livros da Papyrus, um livro do Sebo Avalon, um porta Cds, um relógio e uma camiseta dos Notívagos Burlescos! Você pode participar pagando apenas um Real por nome escolhido. Corra antes que todos os nomes sejam vendidos! Na foto abaixo parte do conteúdo da caixa.



.

O Matthias Murback, que coordena as atividades teatrais lá Escola Aitiara, me mandou um e-mail sobre uma oficina que vai rolar no mês que vem lá na Demétria e parece ser bem interessante. Seguem as informações:

OFICINA ESPAÇO ANIMADO/ESPAÇO VIVO

Técnicas para a atuação teatral desenvolvidas por Mikhail Tchekhov
Data: 16 a 18 de abril 2010
Local: Salão de Euritmia da Escola Aitiara – Bairro Demétria – Botucatu – SP
Público-alvo: preferência para profissionais de teatro e/ou dança, atores amadores, jovens com vocação artística.

Conteúdo:
· exercícios básicos
· exercícios psico-físicos: gestos arquetípicos, trabalho com o centro imaginário, as diferentes qualidades de movimento
· exercícios de atmosfera
· exercícios com imagens

Apresentação: Mikhail Tchekhov (1891-1955), sobrinho do renomado escritor Anton Tchekhov, começou sua carreira teatral como ator e discípulo de Stanislawsky em Moscou. Procurou e recebeu indicações de Rudolf Steiner para seu trabalho criativo. Desenvolveu e ensinou como ator e mestre sua própria técnica psico-física de preparação para atuar, centrada no fortalecimento e na instrumentalização do “cenário íntimo” e da lida sensível com suas imagens, que formam a substância sutil do trabalho artístico. Os exercícios abrem para o ator a percepcão do mundo interior e das atmosferas que nos rodeiam. Estes exercícios estão descritos em seu livro “To the Actor”.

Facilitador:
Andreas Loos (*1960) vive atualmente em Cali, Colômbia onde trabalha como pastor da Comunidade de Cristãos. Estudou música, pedagogia e teatro na Áustria e Alemanha. Até 2002 foi docente do método Tchekhov no "Michael Tschechow Studio" em Berlin. É co-fundador e foi ator da companhia "Werkbühne Berlin" até 2005.

Horários:
Dia 16 - 6ª feira: das 19h às 22h
Dia 17 – sábado: das 8h30 às 16h30
Dia 18 – domingo: das 8h30 às 12h30

Vagas: 25
Investimento:
Individual: R$ 100,00
Dupla: R$ 170,00
Grupo de quatro pessoas: R$ 300,00
Grupo de cinco pessoas: R$ 350,00
Prazo para inscrição: até 09.04.2010
Contatos e inscrições: matthiasmurbach@gmail.com
Sugestões de hospedagem na Demétria:
Pousada Som-em-Pé (14 3881-0193), Casa Somé (14 3882-0008), Pousada Guaimbê (14 3882-7438